Header Ads

NTAgora

Compartilhe:

CAMPANHA DE BOLSONARO RECEBE APOIO DA DUPLA BRUNO & MARRONE E DO CANTOR AMADO BATISTA


Filho de Jair Bolsonaro é recebido pelos artistas Bruno e Marrone e Amado Batista, os quais postaram foto juntos no Twitter agora à tarde.
  
Contrariamente à onda dos artistas ligados à Rede Globo, muitos artistas de renome nacional estão aderindo abertamente à campanha do presidenciável Bolsonaro, sendo que os artistas que o apoiam não receberam qualquer recursos da Lei Rouanet do Governo Federal na época em que Dilma era presidenta.

Na imagem aparecem alguns das centenas de artistas beneficiados com milhões de reais captados pela Lei Rouanet. 

Lei Rouanet e o apoio ao PT

A Lei Rouanet é a Lei Federal de Incentivo à Cultura é a denominação dada a Lei nº 8.313 de 23 de dezembro de 1991. Sancionada pelo ex-presidente Fernando Collor de Mello é a lei que institui políticas públicas para a cultura nacional, como o PRONAC – Pr. Essa lei tem o nome de Rouanet em homenagem a Sérgio Paulo Rouanet, secretário de cultura de quando a lei foi criada.

As diretrizes para a cultura nacional foram estabelecidas nos primeiros artigos, e sua base é a promoção, proteção e valorização das expressões culturais nacionais. O grande destaque da Lei Rouanet é a política de incentivos fiscais que possibilita empresas (pessoas jurídicas) e cidadãos (pessoa física) aplicarem uma parte do IR (imposto de renda) devido em ações culturais.

Segundo o site ‘A Folha do Brasil’, a segunda fase da Operação Boca Livre, deflagrada nesta quinta-feira, mira patrocinadoras de eventos que, aliadas à notoriamente encrencada Bellini Cultural, saquearam dinheiro da Lei Rouanet. 

Entre os 29 alvos da operação de hoje, a Boca Livre S/A, estão o banco Bradesco, as montadoras Volkswagen e Volvo, além da Arno e da Perdigão. Segundo a Polícia Federal, estas empresas destinaram recursos incentivados pela lei para bancar camarotes, sempre restritos a seus convidados. 

Os desvios, segundo a investigação, podem chegar a 25 milhões de reais. Entre os animadores da boca livre nestas “festas da firma” listados pela PF estão nada mais nada menos que nomes ilustres e consagrados da música brasileira, como Roberto Carlos, Toquinho, Ana Carolina, Zizi Possi, Lulu Santos, João Bosco, Ed Motta, Adriana Calcanhoto e o maestro João Carlos Martins, entre outros.

Os captadores 

São Paulo - Os maiores captadores de recursos da Lei Rouanet dos últimos 10 anos estão na mira da Operação Lava Jato. E não são necessariamente atores, cantores ou artistas em geral. No dia 30 de maio, o delegado Eduardo Mauat, da Polícia Federal, enviou ao Ministério da Transparência Fiscalização e Controle (antiga CGU, Controladoria-Geral da União), um ofício em que pede detalhes dos 100 maiores recebedores de recursos por meio da lei desde maio de 2006. 

O delegado pede mais informações a respeito de valores recebidos, origem dos recursos e ainda quer saber se houve prestação de contas dos projetos aprovados, mas não informa quais são as suspeitas ou qual a linha de investigação. O ministério confirma que recebeu o pedido e diz que ainda analisa se dará prosseguimento. Na última sexta-feira (3), no entanto, o juiz Sérgio Moro mandou anular o requerimento, dizendo que deve ser feito em um inquérito à parte na Lava Jato, "se pertinente", e com "objeto definido". 

O juiz afirma também que a solicitação precisa antes de uma autorização dele. Criada no governo Collor, a Lei Nº 8.313, de 23 de dezembro de 1991 e que ficou conhecida como Lei Rouanet, permite que projetos culturais recebam recursos por meio de incentivos fiscais para pessoas físicas e jurídicas. Uma empresa pode, por exemplo, direcionar parte do dinheiro que iria para o pagamento de impostos para financiar propostas de projetos aprovados pelo Ministério da Cultura

Em 2015, os 15 maiores captadores de recursos receberam mais de R$ 185 milhões para seus projetos. Os proponentes e outros dados estão disponíveis no Sistema de Apoio às Leis de Incentivo à Cultura (Salic), do Ministério da Cultura. Abaixo temos um dos que mais captou recursos pela Lei Rouanet no ano passado.

2. 1 - Aventura Entretenimento Ltda.: R$ 21 milhões

(Divulgação/Aventura Entretenimento)