Header Ads

NTAgora

Compartilhe:

MÁRLON REIS É PROCESSADO POR DÍVIDA DE CAMPANHA


A empresa Gemma Propaganda e Marketing Arruda e Guedes Ltda - ME ajuizou uma ação de cobrança contra o candidato a governador Márlon Reis (Rede) por suposta dívida de campanha ainda da eleição suplementar ao Governo do Tocantins, que ocorreu em junho deste ano.


A ação foi proposta no último dia 12 de setembro no Juizado Especial Cível de Palmas. A juíza Ana Paula Brandão Brasil já designou audiência de conciliação.

Conforme a ação, em 25 de abril de 2018, o candidato firmou contrato com a finalidade de prestação de serviços de agência publicidade como criação de arte final de peças publicitárias necessárias para a campanha suplementar eleitoral.

O contrato tinha prazo determinado, de 27 de abril a 03 de junho, pela quantia de R$ 50 mil.

Segundo a empresa, a campanha de Márlon Reis pagou apenas R$ 18 mil e ficou em débito com R$ 32 mil. O valor da contratação está inclusive informado na prestação de contas do candidato à Justiça Eleitoral.

"As eleições já passaram, o prazo do contrato findou e o requerido não efetuou o pagamento do restante. Em 03 de setembro de 2018, fora notificado extrajudicialmente para efetuar o pagamento de forma amigável, dando-lhe prazo de 24 horas, ocorre que não efetuou o pagamento", relata a ação.

O candidato ainda não se manfiestou sobre a Ação de Cobrança.