Header Ads

NTAgora

Compartilhe:

PRIMEIRAS CHUVAS ALIVIAM CALOR DOS PALMENSES


Depois de muito tempo de espera ela veio. A chuva que caiu na tarde desta terça-feira, 25, amenizou um pouco o calor na capital tocantinense após vários dias de altas temperaturas. Os termômetros chegaram a registrar 39 graus.

O coordenador do Núcleo de Meteorologia da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins), José Luíz Cabral, disse que as chuvas estão acontecendo por conta do período de transição do período de estiagem para o chuvoso.

“O fato é que essa massa de ar quente seca que atua na região central do país, sobretudo o Tocantins, durante o período de estiagem, ela enfraqueceu permitindo a entrada de umidade. Essa umidade associada ao calor registrado dos últimos dias tem produzido áreas de instabilidades e chuvas. Isso é muito positivo porque as temperaturas estavam insuportáveis e a umidade relativa do ar chegou a ficar em torno dos 10% em algumas regiões”

Cabral ressaltou também que as chuvas são muito importantes para nossa região, isso porque durante quatro anos consecutivos a bacia hidrográfica Tocantins/Araguaia fechou com falta de água e chuvas.

“Na nossa memória climatológica o mês de setembro. Ele é de ocorrência de chuvas ainda isoladas. O fato é que nos últmos 4 anos, tivemos um clima com muitas irregularidades onde não foram registrados uma quantia significativa de chuvas. Esse ano as chuvas folclóricas do Tocantins elas vieram e isso é extremamente satisfatório para nossa região. Nossa bacia hidrográfica do Tocantins/Araguaia fechou por quatro anos consecutivos faltando chuva, faltando água, então é importante que as chuvas voltem”.

Por fim, o meteorologista disse ainda que apesar das chuvas, o calor vai continuar. “Para os próximos dias ainda é esperado muita variação da nebulosidade, os dias passarão a ter muitas nuvens, vai fazer calor, mas as possibilidades de pancadas de chuva aumentam”.