Header Ads

NTAgora

Compartilhe:

1.800 POLICIAIS FARÃO REFORÇO NA SEGURANÇA DAS ELEIÇÕES DE DOMINGO


A partir de hoje, 25, inicia em todo o Estado a Operação “Eleição Geral/2018 – 2º Turno” realizada pela Polícia Militar.
Cerca de 1.800 policiais militares serão empregados para atuar exclusivamente nas eleições, não comprometendo o serviço ordinário, que será mantido normalmente.

O reforço no policiamento durante o pleito será realizado nos 139 municípios do Estado, incluindo os assentamentos e aldeias indígenas. Será feito policiamento de caráter preventivo, ostensivo e educativo e/u repressivo, no intuito de inibir práticas de crimes comuns, eleitorais. A operação segue até o dia 29 de outubro.

No domingo, 28, todos os locais de votação contarão com a presença de policiais militares. Os maiores colégios eleitorais do estado contarão com o reforço de policiais militares da capital que atuam no setor administrativo.“Nossa missão é garantir ao cidadão o exercício do seu direito constitucional na escolha do novo representante do país, promover a segurança dos locais de votação, manter a integridade física das pessoas, preservar a Ordem Pública e coibir crimes eleitorais”, ressalta o comandante da PM, coronel Jaizon Veras Barbosa.

O que pode e que não pode no dia da eleição
É permitido: demonstrar preferência por um candidato ou partido, com o uso de bandeiras, broches ou adesivos, de forma silenciosa; usar camisas e bonés, desde que não se faça publicidade a um candidato ou partido; levar “cola” com os números dos candidatos para a urna de votação.

É proibido: concentração de pessoas com camisetas, bandeiras, broches e adesivos padronizados; uso de alto-falantes; realização de Comícios ou caminhadas; fazer boca de urna; distribuir qualquer tipo de propaganda eleitoral; impedir que um eleitor vote; utilização de celular, máquina fotográfica ou outro dispositivo que prejudique o sigilo do voto; venda de bebidas alcoólicas das 06 até às 18 horas.

Por OrlaNoticias