Header Ads

NTAgora

Compartilhe:

MULHER DENUNCIA FILHA APÓS ELA USAR O CARTÃO DE COMPRAS DA MÃE


Uma senhora de 72 anos denunciou a própria lha por utilizar o cartão de benefício da idosa para fins indevidos e sem autorização, como a obtenção de empréstimos e efetivação de compras, o que configura desvio de dinheiro. 


O atendimento foi realizado em Conceição do Tocantins, município localizado a 315 km de Palmas, durante o projeto Defensoria Itinerante, realizado pela Diretoria Regional da Defensoria Pública Estadual (DPE-TO) de Dianópolis. Caso foi registrado em Conceição do TO durante ação da Defensoria Itinerante.

A filha participou do atendimento recebido pela idosa, que teve seu cartão de benefício devolvido. A equipe responsável pelo atendimento também iniciou processo de revogação da procuração que a autorizava a filha a representar a senhora e, ainda, viabilizou outra pessoa como cuidadora legal da idosa. 

Segundo relatou a assistida durante o atendimento, ela já havia formalizado esta denúncia a outro órgão fiscalizador, o que era de ciência da lha que, mesmo assim, realizou um empréstimo de R$ 780 e fez uma compra com o cartão da mãe, levando a equipe da Defensoria Pública a entender que houve má-fé na ação. 

Ao ser questionada, durante o atendimento, sobre os empréstimos bancários, a lha da assistida confirmou que os fez em nome da mãe, alegando que o dinheiro seria para pagar dívidas que seriam da própria idosa. 

Entretanto, quando os comprovantes dos gastos que geraram as supostas dívidas foram solicitados, ela não os apresentou.

Por T1notícias