Header Ads

NTAgora

Compartilhe:

NA CAPITAL ASSALTANTES ROUBAM E MATAM JOVEM POR MOTOCICLETA



Um soldado do Exército foi assassinado na noite desta quinta-feira (8) em Palmas.

O rapaz era soldado do Exército e se chamava Rhaday Batista, de 19 anos, morto durante um assalto, foi abordado por criminosos em frente a uma empresa de segurança, onde tinha ido buscar um amigo, na quadra 906 Sul, em Palmas. 

Segundo a prima Betânia Else Gomes da Rocha, a motocicleta do jovem foi levada e só ficaram o aparelho celular e os documentos. O caso aconteceu por volta das 22h desta quinta-feira (7).

"Estamos sem acreditar. A família está muito abalada, é uma tragédia. Era um excelente filho, obediente, honesto e correto em tudo o que fazia", disse a prima.

Betânia contou que na noite desta quinta-feira, Rhaday foi a um curso de segurança alimentar no Senac. A capacitação era para aperfeiçoar o trabalho que ele desenvolvia no Exército, onde atuava no setor de panificação, segundo ela.

Ele saiu do curso e foi até o Batalhão do Exército, onde deixou um amigo. Depois, seguiu para a quadra 906 Sul buscar outro colega, momento em que foi morto durante o assalto.

Rhaday morava em Palmas com um colega na quadra 712 Sul. Ele é de Miracema do Tocantins e estava em Palmas desde o ano passado, quando chegou para sevir o Exército.

Nas redes sociais, colegas de farda deixaram homenagens. "Fico muito feliz por ter feito parte da sua vida, meu eterno amigo irmão de farda. Sempre levarei em minha memória os momentos incríveis que passamos juntos. 

Agradeço a Deus por ter me concedido a honra de ter te conhecido", publicou um militar do Exército.
Na manhã desta sexta-feira, a Polícia Civil informou que ninguém havia sido preso. 

Tentativa de latrocínio

Na última terça-feira (6), o estudante de agronomia Andrey Saquisaka de Castro, de 20 anos, também foi baleado durante um assalto no estacionamento em frente ao Centro Universitário Luterano de Palmas (Ceulp/Ulbra). Ele passo por cirurgia na quarta-feira (7). Parentes informaram que o procedimento retirou a bala que ficou alojada no maxilar do universitário e que ele passa bem.

Testemunhas contaram à Polícia Militar que o jovem saía do carro, quando foi abordado por um homem magro e moreno. Ele estava armado e desceu de outro veículo. A PM disse que ainda não é possível saber se houve reação, mas o criminoso atirou no rosto de Andrey. O suspeito roubou o carro da vítima e fugiu do local.