Noticias do Tocantins

Thursday, 22 de February de 2024
MENU

Agro

Produção agrícola bate recorde de R$ 15,6 bilhões no Tocantins

Produção agrícola bate recorde de R$ 15,6 bilhões no Tocantins

Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O Brasil registrou recorde no valor de produção das principais culturas agrícolas. Em 2022, foram R$ 830,1 bilhões, um aumento de 11,8% em relação ao ano anterior. Desse valor, o Tocantins manteve estabilidade entre os dois últimos levantamentos, representando 1,8% da participação nacional. Apesar disso, o estado obteve, assim como o Brasil, sua melhor marca, tendo R$ 15,6 bilhões na soma das lavouras permanentes e temporárias. Os dados são da pesquisa da Produção Agrícola Municipal (PAM).

O valor de produção teve como destaque os grãos, principalmente a soja que, sozinha, representou 69,2% da quantia de todo o estado, tendo tido o montante de R$ 10,5 bilhões. Só essa cultura obteve o quádruplo do valor do segundo colocado, o milho, que registrou R$ 2,3 bilhões. Na sequência, o arroz (em casca) contribuiu ao somatório R$ 875 milhões. Mandioca (R$ 390 milhões), cana-de-açúcar (341 milhões) e abacaxi (R$ 199 milhões) vieram seguida.

O município tocantinense que mais teve valor de produção da soja em grãos foi Campos Lindos, com R$ 1,2 bilhão, mais que o dobro de Caseara (R$ 463 milhões) e Peixe (R$ 459 milhões). 98 cidades do estado registraram lucro nessa variável. Campos Lindos também foi destaque no valor de produção da segunda maior cultura do estado, o milho em grãos. Foram mais de R$ 436 milhões, número três vezes maior que a segunda colocada, Pedro Afonso (R$ 127 milhões), e da terceira, Caseara (R$ 126 milhões). Já tendo como referencial o arroz (em casca), o ranking muda, sendo Lagoa da Confusão como o maior valor de produção, com R$ 382 milhões, Formoso do Araguaia veio em seguida, marcando R$ 232 milhões e Dueré também foi destaque, já que registrou R$ 86 milhões.

No Tocantins, o ano de 2022 teve 1,88 milhão de hectares destinados à colheita ou área plantada. Desses, 1,17 milhão foi para os grãos de soja (62% do total), 422 mil para grãos de milho e 111 milhões para arroz em casca.

Quando se considera a variável de área colhida, o estado registrou, em 2022, 1,87 bilhão de hectares. Dos produtos colhidos que estão entre as dez maiores grandezas de plantação, apenas três extraíram a mesma quantidade plantada, que foram sorgo (em grão), com 55 mil, cana-de-açúcar, que obteve os mesmos 29 mil e algodão herbáceo (em caroço), com colheita de 5,4 mil hectares.

No ano de referência da pesquisa, foram produzidas 3,7 milhões de toneladas de soja em grãos. Cana-de-açúcar teve a segunda maior quantidade, com 2,53 milhões. Milho em grãos vem na terceira colocação, sendo produzidas 1,9 milhão de toneladas.

 

Fonte: Portal AF Noticias

Comentários:

Publicidade
Publicidade

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!